Branding: a importância da gestão de marcas para a sua empresa

Em todos os setores, o cenário econômico atual é formado por empresas que entregam produtos e serviços com características e níveis de qualidade muito parecidos. O mercado é supercompetitivo e empresas concorrentes buscam estratégias para se diferenciar e atrair consumidores. E como elas conquistam essa diferenciação? Com a construção e gestão de uma marca forte, atraente e bem comunicada ao público-alvo.

O trabalho de construção e gestão estratégica da marca é chamado de branding e suas iniciativas e diretrizes impactam direta e positivamente os resultados da empresa quando desenvolvidas de forma alinhada com as estratégias e metas de negócios.

Afinal, marcas fortes têm o poder de atrair pessoas, fidelizar clientes e até colecionar fãs dos produtos — e colaboradores apaixonados por seus empregos. Tá bom ou quer mais?

Se a sua empresa está em busca desse cenário, dá uma olhada nestas dicas essenciais sobre gestão de marcas:

A construção: marcas fortes!

Uma marca forte, consistente e que colabore com os resultados de negócios é construída de forma totalmente alinhada com o planejamento estratégico da empresa.

Não se trata apenas de criar um bom logotipo para a empresa. É preciso que a marca transmita a razão de existir do negócio, os valores que sustentam a atividade e sua visão de futuro. Então, a construção da identidade visual deve ser coerente com a definição do posicionamento da marca, suas promessas e as razões para o público acreditar nelas.

O posicionamento define as mensagens e o estilo de comunicação da empresa com seus públicos, enquanto a identidade visual define o padrão estético de todo o universo que compõe a marca: desde as embalagens dos produtos, materiais de comunicação, cor de uniformes, até a comunicação visual das lojas, o que é muito importante para dar um gás no ponto de venda.

A imagem: marcas bem comunicadas!

Feita a construção da marca, a empresa será percebida de forma padronizada pelo público-alvo e isso colabora bastante para o fortalecimento da marca. Os diferenciais ficarão destacados na mente dos consumidores e tudo o que se refere à empresa terá a mesma identidade.

A marca ganha personificação, seus valores criam vínculos com os consumidores, seu posicionamento contamina todos os pontos de contato da empresa com o mercado. E quando percebida da forma que a empresa espera, seus consumidores passam a entender que aqueles diferenciais são bons motivos para pagar mais caro pelos seus produtos.

A imagem bem trabalhada passa a agregar valor de verdade aos produtos e serviços, e a marca passa do estágio de conhecida para admirada ou até desejada.

A continuidade: gestão de marcas!

Para entregar os tantos resultados positivos de que é capaz, o trabalho de branding deve ser desenvolvido de forma contínua, como o próprio nome em inglês sugere: brand, que significa marca; e ing: terminação que dá sentido de continuidade (o gerúndio, sabe?!).

Afinal, a marca precisa estar em constante contato com seus públicos, as mensagens devem ser fixadas na mente dos consumidores e, para tanto, é preciso de frequência e constância. Clientes devem ser fidelizados, os insatisfeitos devem conseguir respostas e solução de seus problemas e os resultados de todas as iniciativas devem ser monitoradas para que eventuais ajustes sejam feitos.

O mercado está repleto de bons exemplos de marcas fortes, de setores e portes diversos, e elas devem ser usadas como fontes de inspiração para a sua empresa.

Atualize-se constantemente sobre as tendências de gestão de marcas e saia na frente! Para receber conteúdos relevantes e atualizados sobre marketing e comunicação, assine nossa newsletter e fique de olho!

Compartilhe com seus amigos:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrEmail this to someone